23 de novembro de 2007

Amigos


Há muito tempo que sou uma mulher com sorte. Tudo o que de desagradável ou problemático me aconteceu na vida foi, sempre, grandemente compensado pelas coisas boas que, igualmente, me aconteceram.
De facto, se de nada beneficiei gratuitamente desde que me conheço, tenho também a perfeita noção de que o preço que paguei pelas situações espinhosas foi relativamente pequeno, equiparado com o que de bom a vida me deu.
Isto vem a propósito daquele balanço de introspecção que se costuma fazer quando o ano se aproxima do fim.
Estes dois últimos anos, não foram dos mais brilhantes, e poderei até dizer que, sob alguns aspectos, foram mesmo muitos tristes. Mas tiveram a especial virtude de testar a minha aptidão em ultrapassar situações problemáticas.
E teve, sobretudo, a marcá-los, de uma forma muito clara, a imensa amizade de alguns amigos.
É para eles que dedico este texto.
Não digo que os maus bocados da vida acabem por serem compensados pelo carinho daqueles que nos estimam… Mas é, de facto muito gratificante que nestes momentos a amizade esteja presente e a ternura se manifeste.
São de facto esses amigos que estão sempre presentes nos maus momentos, que festejam connosco as nossas alegrias, que respeitam os nossos silêncios e que sabem ouvir as nossas lamúrias que eu chamo de bons amigos.

10 comentários:

Cleopatra disse...

Não percas esses amigos. Não faças nada que os magoe.
Os Amigos são pilares na nossa Vida.
A Amizade cura. Sabes?

Fátima disse...

Olá Joana!
Pois é a vida é feita momentos bons e maus.
De vez em quando é bom pararmos e fazermos um balanço, de todas as coisas que ficaram para trás.Avaliarmos e tirarmos conclusoes.
Tirar proveito dos erros, para que no futuro, nao os voltemos a cometer.
Temos de estar preparados para tudo, e nunca baixarmos os braços perante as dificuldades.
Os amigos sao sem duvida, um dos pilares mais importantes da nossa vivência, os que sao realmente verdadeiros, nunca nos abandonam,vao nos buscar ao fundo do poço, e ajudam-nos a enfrentar os medos, as angustias.
Com eles podemos contar sempre e em qualquer momento.
Guarda esses teus amigos, e nunca os percas. De certeza que no seu coraçao, haverá sempre um espacinho reservado para ti!

Deixo um doce beijinho e um desejo de um optimo fim de semana.

Cleopatra disse...

os que sao realmente verdadeiros, nunca nos abandonam,vao nos buscar ao fundo do poço,

Nem mais
Já mergulhei num poço... como medo de me afogar...

Mas valeu a pena por ter trazido comigo alguém,... até à tona.

Entre linhas... disse...

Os verdadeiros amigos são autênticos pilares que nos trazem do fundo do poço á tona da água,ensinam-nos a olhar de forma diferente...
Bom fim de semana
Bjs Zita

Pecadormeconfesso disse...

Amigos.

MIMO-TE disse...

Então és sagitário e está tudo dito:) Eu também sou :)))) Somos tão positivos que por vezes até chateia:)) mas que os amigos não nos largam também é verdade. Que bom!É e muito. Ainda bem!:))

Bem vinda
deixo-te mimos meus

Anónimo disse...

Mal nos conhecemos
Inauguramos a palavra amigo!

"Amigo" é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo,
Uma casa, mesmo modesta, que se oferece,
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!

"Amigo" (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
"Amigo" é o contrário de inimigo!
"Amigo" é o erro corrigido
Não o erro perseguido, explorado,
É a verdade partilhada, praticada!

"Amigo" é a solidão derrotada!
"Amigo" é uma grande tarefa,
É um trabalho sem fim,
Um espaço sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
"Amigo" vai ser, é já uma grande festa!

(Alexandre O'Neill)

Gostei muito deste teu texto, é lindo falarmos dos nossos amigos, afim sem eles não somos nada!

Deixo-te um beijinho e a continuação de um bom fim-de-semana.

MIMO-TE disse...

Tenho um desafio para ti no meu blog, gostava de contar contigo.:)

Mimos

Anónimo disse...

de tudo o que existe ,nao nada mais maravilhoso ,do que nos sentirmos bem com nos proprios .

Anónimo disse...

Aula de português: Quando oiço a tua voz, os meus sentimentos ultrapassam, a galáxia. Como seria bom, sentir esse teu lado escondido.
Miguel

Assim se fala em bom português