9 de maio de 2008

Catedral de Santa Eulália (Barcelona)


Na catedral estrangeira uma serenidade estrangeira que só uma palavra estrangeira poderia talvez descrever, uma paz esquisita feita de imponência e bancos vazios e passos pesados, hesitantes, masculinos, nas naves laterais, uma paz que não compreendo feita de arcos em ogiva e da ausência de pombas lá fora, e eu aqui sentada, na penumbra, a fingir que rezo mas na verdade a recordar: na catedral estrangeira uma serenidade estrangeira que só uma palavra estrangeira poderia talvez descrever, uma paz esquisita feita de séculos, pessoas caladas e partículas esvoaçando na luz, uma paz que não compreendo feita de paredes de pedra e da ausência de pombas lá fora, e eu aqui sentada, na penumbra, a fingir que rezo, com as mãos juntas como se ensina aos meninos pequeninos, mas na verdade abrindo-as um pouco, só um pouquinho, só o suficiente para espreitar a tua fotografia, fazendo um esforço doido para não chorar, dizendo para dentro "não gosto de ti, não gosto de ti", e depois parando, "não gosto ti", dando meia volta, "não gosto de ti", voltei para casa: "mãe estás triste?", pergunta-me de repente o meu filho, e eu digo-lhe "não, estava a rezar um bocadinho", enquanto escondo nas calças a fotografia descoberta de manhã, por acaso, dentro de um livro, "às vezes é bom rezar".

4 comentários:

Anónimo disse...

Muitos parabéns pelo teu novo espaço, que apesar de ter o mesmo cunho pessoal, está melhorado e com um um ar pessoal.

Um beijinho
do Ramon

Fátima disse...

Todos nós seres humanos em detreminadas alturas da nossa vida sentimos a necessidade de nos isolarmos do mundo, a igreja, no meu ver, é um sitio que nos transmite paz e nos ajuda a refleccionar.
As respostas que buscamos estao dentro de nós, tal como nos refere o escritor "Paulo Coelho" no seu livro "O Alquismista", temos de seguir o rumo que nos indicar o nosso coraçao....


Deixo um beijo e um desejo de que ainda possam existir muitos dias verdadeiramente felizes na sua vida!

Fátima disse...

Apesar de residir, neste momento,
muito perto de Barcelona, ainda nao tive o prazer de visitar a igreja em questao.



Uma boa semana!!!

Anónimo disse...

Quiero dedicarte unas palabras que haga sentirte feliz, hoy tenemos el derecho que nos concedio la vida.

Sentarnos a conversar
Hacer el amor y callar y hacer cosas agradables...
Hoy te regalo una flor y te he compuesto un poema

Abro mi corazon para que vivas en el, te entrego mi vida entera sin reservas de placer..

Yanez